DETALHES DA NOTÍCIA - Comissão de empregados do Mercantil do Brasil protocola minuta específica de reivindicações

Foi protocolada, no dia 21 de junho, a minuta especifica de reivindicações das trabalhadoras e trabalhadores do Mercantil do Brasil para o ano de 2018. O documento foi construído nacionalmente, com a participação de sindicatos e de bancários em todo o país, sendo consolidado durante o Encontro Nacional dos Funcionários do Mercantil do Brasil realizado nos dias 7 e 8 de junho em São Paulo.

Dentre as diversas demandas das bancárias e dos bancários, destacam-se a melhoria e a equidade na distribuição dos lucros do programa próprio de PLR, o fim do assédio moral e das metas abusivas, colocar em prática o PCS (Plano de Cargos e Salários), extensão e majoração dos reembolsos no programa bolsa educacional e implementação do auxílio vale combustível para funcionários que residam mais distantes do local de trabalho.

Os trabalhadores também cobram melhores condições de saúde, com a obrigatoriedade do banco de emitir a CAT (Comunicação de Acidente de trabalho) para funcionários que sofrerem ou presenciaram assalto no local de trabalho, extensão dos benefícios de vacinação, sem ônus, para todos os dependentes legalmente cadastrados pelos funcionários, auxílio academia com reembolso de até R$ 70,00 mensais, melhores condições de emprego e vida para os funcionários do Mercantil, dentre outras reivindicações.

Para Marco Aurélio Alves, funcionário do Mercantil do Brasil e diretor do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte, o banco tem plenas condições de atender aos pleitos dos trabalhadores. “Diversas outras empresas com visão progressista e estratégica de negócios sabem da importância de valorização do seu quadro de pessoal, aumentando a qualidade de vida dos trabalhadores, que são um dos maiores patrimônios da empresa. Consequentemente, isto impacta positivamente também nos lucros. Neste caso, esperamos que o Mercantil do Brasil atenda aos legítimos anseios de seus funcionários, até como uma forma de crescimento e perpetuação nos negócios”, ressaltou.

Vanderci Antônio da Silva, funcionário do Mercantil do Brasil e também diretor do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte, destacou que a organização dos trabalhadores já arrancou diversos benefícios e direitos para os bancários. “Todos os benefícios dos bancários foram conquistados às duras penas e, esse ano, teremos o desafio ainda maior de mantê-los na nossa Convenção Coletiva de Trabalho. Queremos avançar ainda mais no Mercantil pois, em relação às reivindicações específicas dos funcionários, o banco vem deixando muito a desejar”, afirmou.

Fonte: Seeb BH